O Discurso do Rei

Como já disse antes, o fim de semana foi incrível! [ não terminará nesse singelo post] Depois do show pelo qual esperei metade da minha vida, um domingo mais tranquilo com cinema e namorado ao mesmo tempo!

Famos assitir O Discurso do Rei, pois ouvimos tantos elogios, mas o que se espera da história de um rei gago? o discurso de um rei gago?

É a história do Rei George VI, pai da atual Rainha da Inglaterra, Elizabeth II que, desde criança é gago. Após a morte de seu pai, seu irmão abdica de seu direito e George, contrariado, assume o trono em 1936.

É uma angústia tão grande quando ele tem que falar em público que você sofre com ele em cada uma dessas ocasiões. Depois de passar por uma série de médicos, com os mais variados métodos de tratamento, sendo que nenhum deles lhe trouxe resultados eficazes, sua esposa, Elizabeth, o leva até Lionel Logue, um terapeuta de fala que mais do que ajudá-lo, acaba se tornando um amigo.

O filme é excelente, o figurino, cenário, interpretações… tudo. O Oscar que Colin Firth levou foi mais do que merecido. Helena Boham Carter também maravilhosa em um papel que não estou muito acostumada. Geoffrey Rush não fica nada pra trás.

Eu chorei, eu ri, fiquei nervosa, aliviada… várias emoções num só filme.

Anúncios

Mostra de Cinema de Moda no CCBB

Programe-se, amanhã começa a Mostra de Cinema de Moda [3ª edição] no Centro Cultural Banco do Brasil e vai até o final do mês.

A proposta contempla a exibição de 30 filmes, indicados por grandes nomes ligados à moda brasileira, como jornalistas, professores, produtores e criadores – denominados de “curadores” – que justificam em vídeo a razão de sua indicação, incluindo depoimento complementar do crítico de cinema Luciano Ramos. A mostra reúne ainda bate-papos com os curadores e convidados, que ocorrem na sala de exibição dos filmes ao longo da mostra, além de desfile | performance.

A programação completa, você pode ver no Catraca livre, as sessões são, normalmente, 15h30, 17h30 e 19h30 e os ingressos podem ser retirar a partir de uma hora antes de cada sessão. A Mostra é de terça a domingo do dia 18/01 até 30/01, no CCBB à Rua Álvares Penteado, 112, Sé. Maiores informações pelo telefone 11.3113.3651.

grey’s anatomy

Parece que não sigo um “padrão” para escolher as séries que resolvo seguir, as que passo a semana esperando para baixar o episódio que nem estreou ainda são Bones e Fringe [sem contar as séries que assisto esporadicamente]. Agora nas férias comecei a baixar e assistir Cold Case, já tinha o costume de ver alguns episódios aleatórios na tv. Acredito que um post no Katylene.com me despertou o interesse em Grey’s anatomy e… here i am.

Primeiramente, o fato do elenco principal contar com Patrick Dempsey, aquele que eu admiro desde Namorada de aluguel, clássico dos anos 80.

Aí  vai a sinopse:

“Meredith Grey é uma jovem cirurgiã no Seattle Grace Hospital, onde há o mais rígido programa para residentes de Harvard, ela e seus colegas Cristina Yang, Izzie Stevens, George O’Malley e Alex Karev.

A ambição médica de Meredith é ofuscada por um grande segredo: sua mãe, uma reconhecida cirurgiã, está sofrendo de uma trágica doença; Cristina é altamente competitiva e recusa qualquer favor para fazer tudo sozinha; Izzie Stevens é uma garota do interior que cresceu pobre e atua como modelo para sustentar a carreira médica; George O’Malley, além de carismático é inseguro, e sempre faz a coisa errada na hora errada; e Ale Karev, o residente que seus companheiros adorariam ter, esconde com arrogância o verdadeiro motivo pelo qual escolheu a profissão.

Os internos são guiados por uma equipe de médicos que estão determinados a formá-los em habilidosos cirurgiões ou então acabar com a carreira deles: Miranda Bailey, a chefe de residência, é tão agressiva que é conhecida como “a nazista”; Derek Shepherd é o paquerador, mas competente cirurgião que esconde uma atração sexual por Meredith; a arrogância de Preston Burke só perde para sua habilidade com o bisturi; e comandando todos eles está o Dr. Richard Webber, o chefe do hospital, porém péssimo chefe de cirurgia.”

obs.: o título da série é uma espécie de trocadilho com o um livro publicado por um renomado cirurgião inglês, Henry Gray, que ficou conhecido justamente pela publicação do livro Gray’s anatomy.

a proposta

Esse é um daqueles filmes que meu namorado costuma chamar de filme de mulherzinha, mas eu costumo dizer que é um daqueles filmes que eu adoro. Nada como uma comédia romântica estrelada por Sandra Bullock e um dos bonitões do momento Ryan Reynolds.

Em A proposta Sandra Bullock interpreta Margareth Tate, uma canadense, editora de uma grande empresa norte-americana que, em princípio, parece-se muito com Miranda de O diabo veste prada, muito bem assessorada por Andrew Paxton, Reynolds, que só aguenta a megera para atingir seu objetivo de se tornar editor-chefe um dia.

Tudo começa a mudar quando Margareth descobre que será deportada. A solução para os seus problemas parece ser um casamento com … ninguém melhor do que Andrew.

Uma série de acontecimentos pra lá de comicos nos mostram que Margareth não é bem aquele coração de pedra que aparentava e, bem, apesar das adversidades, todos já devem imaginar o final dessa história.

Dei muita gargalhada nesse filme, assisti recentemente e ele foi pra minha listinha dos filmes que tenho que ter. Um filme encantador, doce, leve, previsível, como não poderia deixar de ser uma boa comédia romântica.